quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

FELIZ 2011



Dentro de alguns dias estaremos no último dia do ano de 2010...
e depois da meia-noite, virá o Ano Novo...
O engraçado é que - teoricamente - continua tudo igual...
Ainda seremos os mesmos.
Ainda teremos os mesmos amigos.
Alguns o mesmo emprego.O mesmo parceiro(a).
As mesmas dívidas (emocionais e/ou financeiras).
Ainda seremos fruto das escolhas que fizemos durante a vida.
Ainda seremos as mesmas pessoas que fomos este ano...
A diferença, a sutil diferença, é que quando o relógio nos avisar que é meia-noite, do dia 31 de dezembro de 2010, teremos um ano IN-TEI-RI-NHO pela frente!
Um ano novinho em folha!
Como uma página de papel em branco, esperando pelo que iremos escrever.
Um ano para começarmos o que ainda não tivemos força de vontade, coragem ou fé...
Um ano para perdoarmos um erro, um ano para sermos perdoados dos nossos... 365 dias para fazermos o que quisermos...
Sempre há uma escolha...
E, exatamente por isso, eu desejo que vocês façam as melhores escolhas que puderem.
Desejo que sorriam o máximo que puderem.
Cantem a música que quiserem.
Beijem muito.
Amem mais.
Abracem bem apertado.
Curtam muito a sua família.
Durmam com os anjos.
Sejam protegidos por eles.
Agradeçam por estarem vivos e terem sempre mais uma chance para recomeçar.
Agradeçam as suas escolhas, pois certas ou não, elas são suas.
E ninguém pode ou deve questioná-las.
Quero agradecer aos amigos que eu tenho.
Aos que me 'acompanham' desde muito tempo.
Aos que eu fiz este ano.
Aos que eu escrevo pouco, mas lembro muito.
Aos que eu escrevo muito e falo pouco.
Aos que moram longe e não vejo tanto quanto gostaria.
Aos que moram perto e eu vejo sempre.
Aos que me 'seguraram', quando pensei que iria cair.
Aos que eu dou a mão, quando me pedem ou quando me parecem um pouco perdidos.
Aos que ganham e perdem.
Aos que me parecem fortes e aos que realmente são.
Aos que me parecem anjos, mas estão aqui e me dão a certeza de que este mundo é mesmo divino.
Obrigado por fazerem parte da minha história.

Espero que 2011 seja um ano bem mais feliz,cheio de saúde, paz e muito prospero para todos vocês!

O QUE APRENDEMOS NA VIDA




Aprendemos que, por pior que seja um problema ou situação, sempre existe uma saída.
Aprendemos que é bobagem fugir das dificuldades. Mais cedo ou mais tarde, será preciso tirar as pedras do caminho para conseguir avançar.
Aprendemos que perdemos tempo nos preocupando com fatos que muitas vezes só existem na nossa mente.
Aprendemos que é necessário um dia de chuva para darmos valor ao Sol, mas se ficarmos expostos muito tempo, o Sol queima.
Aprendemos que heróis não são aqueles que realizam obras notáveis, mas os que fizeram o que foi necessário e assumiram as conseqüências dos seus atos.
Aprendemos que, não importa em quantos pedaços nosso coração está partido, o mundo não pára para que nós o consertemos.
Aprendemos que, ao invés de ficar esperando alguém nos trazer flores, é melhor plantar um jardim.
Aprendemos que amar não significa transferir aos outros a responsabilidade de nos fazer felizes. Cabe a nós a tarefa de apostar nos nossos talentos e realizar os nossos sonhos.
Aprendemos que o que faz diferença não é o que temos na vida, mas QUEM nós temos. E que boa família são os amigos que escolhemos.
Aprendemos que as pessoas mais queridas podem às vezes nos ferir. E talvez não nos amem tanto quanto nós gostaríamos, o que não significa que não amem muito, talvez seja o máximo que conseguem. Isso é o mais importante.
Aprendemos que toda mudança inicia um ciclo de construção, se você não esquecer de deixar a porta aberta.
Aprendemos que o tempo é precioso e não volta atrás. Por isso, não vale a pena resgatar o passado. O que vale a pena é construir o futuro.
O nosso futuro ainda está por vir.
Então aprendemos que devemos descruzar os braços e vencer o medo de partir em busca dos nossos sonhos.

FELIZ 2011 PRA VC!!

segunda-feira, 20 de dezembro de 2010

NÃO ACREDITA EM DEUS?



Um homem foi ao barbeiro. E enquanto tinha seus cabelos cortados conversava com ele. Falava da vida e de Deus. Dai a pouco, o barbeiro incrédulo não aguentou e falou:

- Deixa disso, meu caro, Deus não existe!

- Por quê?

- Ora, se Deus existisse não haveria tantos miseráveis, passando fome! Olhe em volta e veja quanta tristeza. É só andar pelas ruas e enxergar!

- Bem, esta é a sua maneira de pensar, não é?

- Sim, claro!

O freguês pagou o corte e foi saindo, quando avistou um maltrapilho imundo, com longos e feios cabelos, barba desgrenhada, suja, abaixo do pescoço. Não aguentou, deu meia volta e interpelou o barbeiro:

- Sabe de uma coisa? Não acredito em barbeiros!

- Como?

- Não acredito. Pois se existissem barbeiros, não haveria pessoas de cabelos e barbas compridas!

- Ora, eles estão assim porque querem. Se desejassem mudar, viriam até mim!

Ao que o homem respondeu:

- Entendeu agora?

segunda-feira, 6 de dezembro de 2010

DEUS E VOCÊ


Só Deus pode criar
Mas você pode valorizar o que Ele criou

Só Deus pode dar o amor
Mas você pode ensinar amar

Só Deus pode dar a força
Mas você pode apoiar à quem desanimou
Só Deus é a luz
Mas você pode fazê la brilhar aos olhos dos seus irmãos.
Só Deus é o caminho
Mas você pode indicá lo aos outros
Só Deus é a vida
Mas você pode restituir aos outros o desejo de viver

Só Deus pode fazer o que parece impossível...
Mas você pode fazer o possível
Só Deus se basta à si mesmo

Mas ele preferiu contar com você.
BOM DIA e que DEUS te abençoe...

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

Eu vou nomeando meus sonhos um por um. Colocando metas, fazendo projetos, com os dedos cruzados e minhas melhores vibrações. Claro que eu me frustro, faz parte da vida. Mas meu chão eu fiz de mola. Posso cair todos os dias, mas o resultado da minha queda é o impulso.

BONDADE DE QUEM AMA...


Quem é bom,suporta a ofensa...
Quem ama,esquece-a;

Quem é bom,copadece-se do proximo...
Quem ama,ajuda-o;

Quem é bom,começa e acaba...
Quem ama,começa para nunca mais acabar;

Quem é bom,sorri...
Quem ama,faz sorri;

Quem é bom,ajuda quando está perto...
Quem ama,sempre está perto para ajudar;

Quem é bom,não condena...
Quem ama,recebe o condenado;

Quem é bom,não faz mal a ninguém...
Quem ama,faz o bem q quem lhe faz o mal;

Quem é bom,desce até os outros...
Quem ama,faz os outros subirem;

Quem é bom,sobe conosco ao calvário...
Quem ama(Ágape),fica por nós na cruz...

quarta-feira, 1 de dezembro de 2010

Longa Jornada

Quando Deus está prestes a fazer alguma coisa grande Ele começa com uma dificuldade. Quando Ele está prestes a fazer algo verdadeiramente magnífico, Ele começa com uma impossibilidade. Armin Gesswein

Quando a jornada é longa e o alvo parece muito distante, tenha isto em mente: Apesar de você ter uma grande jornada pela frente, o que realmente importa é que você está prosseguindo em sua caminhada. A cada dia você está um passo mais perto do seu sonho. Não apenas você está mais próximo, mas cada passo da jornada faz com que o destino final se torne muito mais valorizado.

Nunca haverá razões suficientes para que você se desencoraje em razão daquilo que você ainda tem que enfrentar para prosseguir em sua jornada. Pelo contrário, ao pensar na caminhada que tem pela frente, seja grato a Deus por lhe haver dado um sonho, bem como saúde e a oportunidade de prosseguir rumo ao alvo. Ao reagir dessa forma você descobrirá uma nova alegria, e se encherá de um renovado entusiasmo.

Apesar de você ainda não estar lá, prosseguir firme e decididamente fará com que você se torne uma pessoa capaz de fazer uma enorme diferença, não apenas na sua vida, mas na de muitos ao seu redor.



Pois contigo desbarato exércitos, com o meu Deus salto muralhas. O caminho de Deus é perfeito; a palavra do Senhor é provada; ele é escudo para todos os que nele se refugiam. Salmos 18:29-30



Deus te abençoe!

quinta-feira, 4 de novembro de 2010

10 SINAIS DE QUEM PERDEU A SALVAÇÃO


1.Não tem prazer de falar com Deus.> Existem pessoas que se desculpam de falta de tempo, cansaço e de que Deus sabe do que ela precisa, deixando assim de expressar a sua dependência Nele.

2.Não tem prazer de conhecer a vontade de Deus.> As pessoas que deixam de ler a Bíblia, automaticamente deixam de ouvir a voz de Deus. Desta forma ficam sem saber qual é a Sua vontade nas suas vidas, pois a Biblia é a fonte. É nela que está expressa a vontade de Deus para nós.

3.Tem medo da morte.
> Teme o destino da sua alma, pois não tem a certeza da Vida Eterna.

4.Tem medo que o Senhor Jesus volte e não seja arrebatado.> Teme a vinda do Senhor Jesus, porque sabe que a forma de vida que está a ter, não lhe dá o direito de ser arrebatado.

5.Valoriza as coisas matériais mais que as espirituais.> Perde a visão da salvação, dando mais valor e priorizando as coisas materiais, deixando o espiritual, que é o principal, como secundário.

6.Preocupa-se em agradar mais às pessoas do que a Deus.
> Preocupa-se mais com o que as pessoas pensam e esperam a seu respeito, do que o que Deus pensa e espera dela.

7.Não tem temor.
> Por isso, mente, guarda magoa, inveja, julga, desobedece, rebela-se, pois o temor não representa medo, mais sim, um profundo respeito. Quando a pessoa se rebela, na verdade ela quer impôr a sua vontade.

8.Não se concentra no louvor, na oração ou na adoração.> A pessoa facilmente se distrai abrindo os olhos, pensando em outros assuntos e acaba por ficar vazia. Ela “ora”, “louva”, “adora”, mais é como se não estivesse ali. Seus pensamentos são outros...

9.Não tem alegria da salvação.> A pessoa que é salva resplandece alegria, é feliz seja qual for a situação que esteja a passar, pois esta alegria é espontânea. Ela se sente segura, com paz e não é acomodada.

10.A mensagem nunca é para si.> Ela acha que a pregação nunca é para ela e sim para os outros. Mas Cristo, sempre está a renovar-nos para aprendermos a ter uma nova mente, coração e espírito.

terça-feira, 19 de outubro de 2010

CINCO MINUTOS


Cinco minutos:

No parque, uma mulher sentou-se ao lado de um homem.Ela disse:- Aquele ali é meu filho, o de suéter vermelho deslizando no escorregador.- Um bonito garoto - respondeu o homem.E completou:- Aquela de vestido branco, pedalando a bicicleta, é minha filha.Então, olhando o relógio, o homem chamou a sua filha.- Melissa, o que você acha de irmos?- Mais cinco minutos, pai. Por favor. Só mais cinco minutos!O homem concordou e Melissa continuou pedalando sua bicicleta, para alegria de seu coração. Os minutos se passaram, o pai levantou-se e novamente chamou sua filha:- Hora de irmos, agora? Mas, outra vez Melissa pediu:- Mais cinco minutos, pai. Só mais cinco minutos!O homem sorriu e disse:- Está certo!- O senhor é certamente um pai muito paciente - comentou a mulher ao seu lado.O homem sorriu e disse:- O irmão mais velho de Melissa foi morto no ano passado por um motorista bêbado, quando montava sua bicicleta perto daqui. Eu nunca passei muito tempo com meu filho e agora eu daria qualquer coisa por apenas mais cinco minutos com ele. Eu me prometi não cometer o mesmo erro com Melissa. Ela acha que tem mais cinco minutos para andar de bicicleta. Na verdade, eu é que tenho mais cinco minutos para vê-la brincar...

Em tudo na vida estabelecemos prioridades.Quais são as suas?Lembre-se: nem tudo o que importante é prioritário, e nem tudo o que é necessário é indispensável!Dê, hoje, a alguém que você ama mais cinco minutos de seu tempo!...

Vento contra é pra gente voar




Você já viu uma Pipa voar a favor do vento? Claro que não. Frágil que seja de papel de seda e taquara, nenhuma se dá ao exercício fácil de voar, levada suavemente pelas mãos de alguma corrente. Nunca. Elas metem a cara. Vão em frente. Têm dessa vaidade de abrir mão de brisa e preferir a tempestade. Como se crescer e subir fosse descobrir em cada vento contrário uma oportunidade. Como se viver e brilhar fosse ter a sabedoria de ver uma lição em cada dificuldade.

No fundo, no fundo, todo mundo deveria aprender na escola a empinar pipas, pandorgas ou raias. Para entender desde cedo, que Deus só lhes dá um céu imenso porque elas têm condições de alcançá-lo. Assim como nos dá sonhos, projetos e desejos, quando possuímos os meios de realizá-los. De tempos em tempos, voltaríamos às salas de aula das tardes claras só para vê-las, feito bandeiras, salpicando no céu azul. Assim compreenderíamos, de uma vez por todas, que deveríamos ser como as pipas, que deveríamos usar a adversidade para subir às alturas.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O pecado


O pecado te leva além da onde você quer chegar, te prende por mais tempo do que você quer ficar e te custa mais do que você quer pagar. "Digo, porém: Andai em Espírito e não cumprireis a concupiscência da carne Galatas 5:16

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

I Encontro de Jovens - IBFV



Dias maravilhosos foram os que vivemos em Caldas Novas-GO neste final de semana!
Três dias onde foi possível provar que o Deus de Abraão, Isaque e Israel, não mudou! O nosso Deus foi fiel para comigo e com todos os demais que ali estiveram.
Mal posso esperar para o próximo ano!

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

O CAMINHO DA CRUZ


Uma igreja contratou uma empresa de marketing para avaliar o que seria necessário fazer para aumentar o público que a frequentava. Entre muitas sugestões dadas pelos consultores de marketing, houve uma que se destacou: eles sugeriram que a igreja retirasse a cruz da parede, dos impressos, das pregações; por entenderem que a cruz espantava os "clientes" da igreja. Estamos vivendo numa época de um evangelho sem cruz. E um evangelho sem cruz não é evangelho. Na nossa vida também encontramos momentos em que precisamos tomar decisões. As saídas para os problemas da vida devem levar em consideração o exemplo de Cristo: são os caminhos "com a cruz". Num mundo em que a saída mais fácil é sempre aquela escolhida pelos homens, somos confrontados com uma outra mensagem: "escolha o caminho da cruz". É isso que Deus quer de nós. O mundo nos convida a viver um evangelho sem cruz, um cristianismo vazio de valores e compromisso. Igrejas "vendem" um evangelho "light", que pouco ou nada tem a ver com o que o Senhor Jesus ensinou e mostrou com seu exemplo. Veja o que Jesus ensinou em Mateus 16.24-26.

24 Então Jesus disse aos seus discípulos: "Se alguém quiser acompanhar-me, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga-me. 25 Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a sua vida por minha causa, a encontrará. 26 Pois, que adiantará ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma? Ou, o que o homem poderá dar em troca de sua alma?

Mas o que significa escolher o caminho da cruz no nosso viver diário? Quando lemos o texto citado descobrimos uma primeira verdade:

1. Escolher o Caminho da Cruz Significa Escolher os Valores de Cristo

Aqueles que escolhem outro caminho que não o da cruz é como alguém que escolhe quebrar os sinais vermelhos e amarelos dos "semáforos da vida" e ficar só com os sinais verdes. Jesus escolheu a cruz por nós por causa dos seus valores. Se quisermos cumprir o que Cristo disse a respeito de "tomar cada um a sua cruz e seguí-lo" vamos ter que tomar para nós os valores de Cristo também. Valorizar a comunhão com o Pai, a verdade, o exemplo de Cristo nos comportamentos em casa, no trabalho e entre aos amigos. Muitas vezes iremos ter que escolher o caminho da cruz, o mais difícil, mas que será o caminho aprovado por Deus.

Uma segunda verdade nessa declaração de Jesus é que:

2. Escolher o Caminho da Cruz Significa Amar Com o Amor de Cristo

O caminho da cruz de Cristo imita o amor de Cristo. Um amor sacrifical que coloca o próximo como alvo do nosso perdão e cuidado. Não prioriza o nosso eu, mas o amor aos nossos semelhantes. É inexplicável o que o Senhor Jesus fez por nós na cruz, mas foi amor. Não é possível ser seguidor de Jesus sem imitar o seu amor. Retire a cruz da história de Cristo e nós não teríamos razão para estar aqui. Retire a cruz da história de Cristo e seríamos dignos de pena. Felizes somos nós porque a cruz está lá, e o amor de Cristo por nós foi derramado nela.

Finalmente, percebemos que:

3. Escolher o Caminho da Cruz Significa Escolher Imitar o Compromisso de Cristo

Num mundo em que o compromisso é com o próprio bem-estar e o sucesso pessoal, a mensagem de Jesus nos convida a ter um compromisso de vida com Deus. É como um alpinista daqueles que escalam sem equipamentos de segurança. Depois que ele está pendurado numa rocha e suas mãos enroscadas em frestas ele não pode simplesmente desistir. Ele tem um compromisso com a própria vida. Se desistir é morte certa. O Senhor Jesus nos deixou seu exemplo de compromisso conosco. Ele escolheu o caminho da cruz e o trilhou até o fim, por mim e por você. Se alguém quiser saber o que significa "tomar a cruz" para seguir ao Senhor Jesus, deverá entender que o Senhor exige compromisso. A fidelidade a esse compromisso significa "vida, e vida em abundância".

quarta-feira, 28 de julho de 2010

O pensamento tem poder infinito.

Ele mexe com o destino, acompanha a sua vontade.
Ao esperar o melhor, você cria uma expectativa positiva que detona o processo de vitória.
Ser otimista é ser perseverante, é ter uma fé inabalável e uma certeza sem limites de que tudo vai dar certo.

Ao nascer o sentimento de entusiasmo, o universo aplaude tal iniciativa e conspira a seu favor, colocando-o a serviço da humanidade.
Você é quem escreve a história de sua vida - ao optar pelas atitudes construtivas - você cresce como ser humano e filho dileto de DEUS.

Positivo atrai positivo. Alegria chama alegria.
Ao exalar esse estado otimista, nossa consciência desperta energias vitais que vão trabalhar na direção de suas metas.
Seja incansavelmente otimista. Faz bem para o corpo, para a mente e para a alma.
É humano e natural viver aflições, só não é inteligente conviver com elas por muito tempo.

Seja mais paciente consigo mesmo, saiba entender suas limitações.
Sem esforço não existe vitória.
Ao escolher com sabedoria viver sua vida com otimismo, seu coração sorri, seus olhos brilham e a humanidade agradece por você existir.

quarta-feira, 14 de julho de 2010

A HISTÓRIA DE JOSAFÁ

Josafá, filho de Asa, reinou por vinte e cinco anos em Jerusalém. Como seu pai, fez o que era reto perante o SENHOR. Contudo, os altares idólatras não se tiraram, porque o povo não tinha ainda disposto o coração para com o Deus de seus pais.

Os seus três primeiros anos foram provavelmente um reinado em conjunto com o seu pai Asa, que se achava enfermo dos pés.

Alguns fatos importantes se destacam no seu reinado, como:

1.Josafá primeiro se empenhou em se fortalecer militarmente contra Israel, com quem não tinha havido paz nos últimos anos do reinado de Asa.

2.Rejeitando os ídolos, ele procurou a Deus e andou nos seus mandamentos.

3.O SENHOR confirmou o reino em suas mãos, por causa da sua fidelidade.

4.Ele recebeu presentes de todo o povo de Judá, dando-lhe riquezas e glória em abundância.

5.Ele tirou os altos e os postes-ídolos de Judá.

6.Mandou príncipes e levitas, quatorze ao todo, junto com dois sacerdotes, para percorrer todas as cidades de Judá e ensinar ao povo o Livro da Lei do SENHOR.

Os reis das terras em redor ficaram aterrorizados, com medo do SENHOR, e não lhe fizeram guerra. Ao contrário, alguns dos filisteus lhe trouxeram presentes e tributo, bem como os arábios.

Josafá se engrandeceu em extremo, continuamente, edificou cidades-fortaleza e cidades-armazéns, empreendeu muitas obras e tinha um exército forte em Jerusalém.

Josafá introduziu um sistema judicial no país, com juízes em cada cidade fortificada, exortando-os a "julgar da parte do SENHOR e não do homem, temendo o SENHOR porque não há por parte dEle injustiça ou imparcialidade nem aceita Ele suborno".

Também estabeleceu um tribunal superior em Jerusalém para resolver as causas contestadas; ele se compunha de levitas, sacerdotes e cabeças das famílias de Israel, a quem ordenou que andassem com integridade no temor do SENHOR e admoestassem aos juízes das cidades, cujas sentenças fossem contestadas, que não se fizessem culpados diante do SENHOR.

O sumo sacerdote presidiria nos assuntos religiosos, e um príncipe de Judá nas causas civis.

Houve três episódios notáveis durante o seu reino: a sua aliança com o rei de Israel numa guerra perdida contra o rei da Síria, a vitória que o SENHOR lhe deu sobre dois poderosos inimigos, e a sua sociedade desastrosa com Israel num empreendimento marítimo.

Guerra contra a Síria

O filho de Josafá casou-se com uma filha de Acabe: este, além de idólatra, perseguia o povo de Deus. No décimo sétimo ano do seu reinado, Josafá foi visitar Acabe e este lhe propôs participar de uma campanha militar contra os sírios que ocupavam o território de Ramote-Gileade. Josafá se dispôs a acompanhá-lo, mas primeiro quis consultar ao SENHOR através de um seu profeta.

Havia muitos profetas falsos em Israel (400) e todos prediziam que haveria vitória, para agradar Acabe. Por insistência de Josafá, Acabe mandou que trouxessem Micaías, profeta do SENHOR a quem Acabe detestava porque nunca lhe dizia coisas agradáveis.

Mesmo arriscando sua própria segurança, Micaías lhe falou por parte do SENHOR que a batalha seria perdida e Acabe morreria nela. Acabe, furioso, mandou que o prendessem no cárcere e que ali ficasse a pão e água até que ele voltasse da batalha.

Acabe tomou medidas para sua própria segurança, e traiçoeiramente combinou com Josafá que este iria vestido com seus trajes reais enquanto Acabe iria disfarçado como um soldado comum.

O rei dos sírios havia ordenado aos seus exércitos que não pelejassem contra ninguém, pequeno ou grande, salvo o próprio rei de Israel. Josafá, vestido como estava, foi tomado como sendo o rei de Israel e perseguido até que se identificou como rei de Judá e foi então deixado em paz. Apesar do seu disfarce, Acabe foi morto ao acaso por uma flecha.

Josafá voltou em paz para sua casa em Jerusalém, mas levou uma repreensão do SENHOR através do seu profeta, o vidente Jeú. No entanto, foi poupado maior castigo por ter combatido a idolatria e procurado o SENHOR.

Vitória sobre inimigos

Passado algum tempo os amonitas, moabitas e outros que se juntaram a eles, ao oriente do mar Morto, reuniram as suas forças para invadir o reino de Judá.

Josafá temia esse grande exército e recorreu ao SENHOR: apregoou o jejum em todo o Judá e o povo se congregou para pedir socorro ao SENHOR.

Em pé no templo, em meio ao povo, Josafá clamou ao SENHOR lembrando como Ele tinha abençoado o povo de Israel no passado, e como, ao ser inaugurado o templo, Ele havia prometido ouvir e livrar o povo quando, em sua angústia, clamasse a Ele diante do templo; ele pedia que agora o SENHOR executasse julgamento contra esses povos, contra os quais eles não tinham forças para resistir, que vinham para expulsá-los da sua terra.

O Espírito do SENHOR veio sobre o levita Jaaziel, e ele disse ao rei e à congregação que não temessem porque a peleja era de Deus e o SENHOR lhes daria livramento sem que tivessem de pelejar. Eles deveriam sair-lhes ao encontro, tomar posição, ficar parados e ver o salvamento que o SENHOR lhes daria. Josafá e todo o povo se prostraram com o rosto em terra e adoraram ao SENHOR, e os levitas também se dispuseram para louvar ao SENHOR, em voz muito alta (provavelmente cantando) …

Pela manhã eles saíram ao deserto de Tecoa: Josafá os exortou à fé no SENHOR e nos Seus profetas, e ordenou aos cantores que fossem à frente, vestidos de ornamentos sagrados e louvando ao SENHOR porque a Sua misericórdia dura para sempre. Era uma maneira extraordinária para um exército sair à batalha: com um coral na frente a cantar louvores a Deus, depois o exército, com o povo atrás. Demonstravam assim a sua fé no livramento que Deus lhes havia prometido.

O SENHOR fez com que o exército inimigo se destruísse ele próprio, deixando um rico e abundante despojo para o povo de Judá: levaram três dias para saquear os exércitos caídos por terra. Então chamaram aquele lugar de Vale de Bênção, e voltaram a Jerusalém, para a Casa do Senhor, com alaúdes, harpas e trombetas, com alegria. Veio da parte do SENHOR o terror sobre todos os reinos daquelas terras, quando ouviram como o SENHOR havia pelejado contra os inimigos de Israel. E o reino de Josafá teve paz depois disso.

Empresa desastrosa

No terceiro episódio Josafá se aliou com o filho e sucessor de Acabe, Acazias, um homem iníquo, numa sociedade para construir navios e explorar a rota de Társis. A mãe de Acazias era a infame Jezabel, cujos costumes ele adotou. Társis, ou Ofir, era onde estavam as minas de ouro e prata de onde Salomão havia importado muita riqueza com os navios de que dispunha em seu tempo. Mas o SENHOR não aprovou essa aliança, conforme profetizou Eliézer, e os navios se quebraram antes de sair do porto.

Apesar dos seus esforços, Josafá não conseguiu eliminar por completo a idolatria do povo. No entanto ele andou nos bons caminhos do seu pai e fez o que era reto perante o SENHOR.

terça-feira, 13 de julho de 2010

A IMPORTÂNCIA DA LEITURA



As tecnologias do mundo moderno fizeram com que as pessoas deixassem a leitura de livros de lado, isso resultou em jovens cada vez mais desinteressados pelos livros, possuindo vocabulários cada vez mais pobres.

A leitura é algo crucial para a aprendizagem do ser humano, pois é através dela que podemos enriquecer nosso vocabulário, obter conhecimento, dinamizar o raciocínio e a interpretação. Muitas pessoas dizem não ter paciência para ler um livro, no entanto isso acontece por falta de hábito, pois se a leitura fosse um hábito rotineiro as pessoas saberiam apreciar uma boa obra literária, por exemplo.

Muitas coisas que aprendemos na escola são esquecidas com o tempo, pois não as praticamos, através da leitura rotineira tais conhecimentos se fixariam de forma a não serem esquecidos posteriormente. Dúvidas que temos ao escrever poderiam ser sanadas pelo hábito de ler, talvez nem as teríamos, pois a leitura torna nosso conhecimento mais amplo e diversificado.

Durante a leitura descobrimos um mundo novo, cheio de coisas desconhecidas.
O hábito de ler deve ser estimulado na infância, para que o indivíduo aprenda desde pequeno que ler é algo importante e prazeroso, assim com certeza ele será um adulto culto, dinâmico e perspicaz. Saber ler e compreender o que os outros dizem nos difere dos animais irracionais, pois comer, beber e dormir até eles sabem, é a leitura que proporciona a capacidade de interpretação.
Toda escola, particular ou pública, deve fornecer uma educação de qualidade incentivando a leitura, pois dessa forma a população se torna mais informada e crítica.
Por Eliene Percilia
Equipe Brasil Escola

segunda-feira, 5 de julho de 2010

CORAÇÃO DE MADEIRA

Cansada de tanto chorar, sofrendo com as tristezas que seu filho a fazia passar, uma senhora decidiu materializar sua dor.

Ela pegou um coração de madeira, cravou muitos pregos nele e o pendurou na porta de entrada da casa.

Ao ver a estranha escultura, seu filho perguntou: “Por que esse coração feio e cheio de pregos na parede?” Ela respondeu: “O coração é o meu. Os pregos são as amarguras e tristezas que você me tem causado.”

Sem palavras e profundamente entristecido, o filho saiu decidido a mudar seu comportamento.

Passadas algumas semanas, ele notou que os pregos do coração haviam sido retirados e, novamente, perguntou: “Por que os pregos foram removidos?” Ao que a mãe respondeu: “Conforme suas atitudes foram mudando, as amarguras e tristezas foram cessando e, por isso, retirei os pregos que as representavam.”

O rapaz ficou aliviado ao perceber que já não era mais causador de dores emocionais da mãe, mas, ao olhar novamente para o coração de madeira, também notou que apesar dos pregos não estarem mais lá, as marcas deixadas por eles ficariam para sempre.

terça-feira, 29 de junho de 2010

VOCÊ ESTÁ PREPARADO?

Muitas são as pessoas que, infelizmente, pensam que o dinheiro e as riquezas vão garantir um futuro tranqüilo. Sabemos que isso não é verdade! Somente através da fé e de uma entrega verdadeira a Deus é que poderemos desfrutar de uma vida segura.

Tudo na vida é passageiro, mas existe algo que não passa, que permanece para sempre: a Alma. Ela é eterna. Quando morremos, voltamos ao pó, o espírito é o sopro de Deus, mas a Alma é eterna. A alma pode passar a eternidade na presença de Deus, tendo paz, felicidade ou pode passar a eternidade no lago de fogo, que é o inferno com satanás!

Certa vez um homem procurou a Jesus e lhe disse: “Mestre, diga ao meu irmão que parta a herança comigo...” (Lucas 12:13). Este homem só buscou a Jesus, porque tinha interesse nos bens materiais e não pelo interesse da salvação. Lamentavelmente nos dias de hoje, acontece a mesma coisa. O Senhor Jesus prometeu em sua palavra vida com abundância e, são muitas as pessoas que só tem buscado a Deus pelos benefícios que a fé produz, porém sem nenhum interesse de assumir um compromisso com Deus.

“Mas Jesus lhe respondeu: Homem, quem me constituiu juiz ou partidor entre vós? Então, lhes recomendou: Tende cuidado e guardai-vos de toda e qualquer avareza; porque a vida de um homem não consiste na abundância dos bens que ele possui”. (Lucas 12:14,15) . Existem aqueles que pensam que pelo fato de ter uma vida econômica estável, podem viver tranqüilos, com paz e terminam esquecendo-se de sua relação com Deus.



“E lhes proferiu ainda uma parábola, dizendo: O campo de um homem rico produziu com abundância. E arrazoava consigo mesmo, dizendo: Que farei, pois não tenho onde recolher os meus frutos? E disse: Farei isto: destruirei os meus celeiros, reconstruí-los-ei maiores e aí recolherei todo o meu produto e todos os meus bens. Então, direi à minha alma: têm em depósito muitos bens para muitos anos; descansa, come, bebe e regala-te. Mas Deus lhe disse: Louco, esta noite te pedirão a tua alma; e o que tens preparado para quem será? Assim é o que entesoura para si mesmo e não é rico para com Deus.” (Lucas 12:16-21).

Este homem tinha muita riqueza, mas no momento em Deus veio a pedir sua alma, aquele rico insensato nada tinha preparado. Não há nada errado em querer uma vida próspera, querer uma vida plena e abundante é um direito que temos garantido pela Sua palavra, mas de modo algum podemos estar enfocados nas conquistas materiais e se esquecendo das conquistas espirituais. Tem pessoas que não medem esforços para conquistar algo material, porém não são capazes de fazer o mesmo esforço para conquistar o que é espiritual, a salvação de sua alma, o receber o Espírito Santo.

A nossa prioridade maior, deve ser a busca de uma intimidade profunda com Deus, e para isso é necessário dedicação, entrega, interesse, compromisso com Ele! O Espírito Santo é quem nos guia, nos da forças para vencer o diabo, as tentações e as adversidades da vida. Através do Espírito Santo é que recebemos o poder e a condição de mantermos a nossa fé fim em Jesus.
Se você deseja uma vida estável, próspera e feliz, renda-se a Deus. Busque em primeiro lugar o Reino de Deus, e assim nenhum mal prevalecerá contra a sua vida. Se Deus pedisse sua alma agora...você está limpo diante de Deus? Sua alma tem vivido no pecado? Você está preparado? Deus quer fazer na sua vida uma obra muito maior que você possa imaginar, Ele é o dono do ouro e da prata. Mas busque-o com sinceridade e coloque-o em primeiro lugar.
Deus te abençoe.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

O LENHADOR E A RAPOSA

Nos arredores da Mata Atlântica, no começo do século passado, vivia um pobre lenhador, seu bebê e sua raposa. A ingrata esposa o havia abandonado por não suportar aquela vida difícil. Ficara fascinada pelas mirabolantes histórias de um mascate, e resolvera segui-lo mundo afora. O pobre lenhador precisava trabalhar e não restava outra alternativa a não ser deixar seu filinho aos cuidados da raposa.

O lenhador, todas as noites, ao voltar para casa, a cena se repetia: a raposa lhe aguardava sorridente, e o bebê dormia tranquilamente no bercinho. Os vizinhos, miseráveis também, alertavam aquele lenhador sobre o perigo que era deixar o seu bebê aos cuidados de uma raposa: “A raposa é um bicho, e quando sentir fome e não encontrar comida, com certeza vai comer o seu filho. É um instinto animal.”

O lenhador garantia-lhes que aquela raposa era fiel e que o bebê não corria qualquer tipo de risco. Ele já a havia encontrado abandonada na floresta há muitos anos e a criara como parte da família.

Os vizinhos que falavam, mas nunca se ofereceram para cuidar do bebê, continuavam alertando o lenhador sobre o perigo que a criança corria. Falavam tanto que acabaram preocupando o pobre homem. Por mais que afirmasse confiar no animal, aquele pai saía para trabalhar com o coração na mão, e voltava apreensivo, temendo que alguma coisa realmente pudesse ocorrer com o seu filho.

Certa noite, ao retornar à pobre casa, o lenhador encontrou sua sorridente raposa com a boca toda ensanguentada. Tamanho foi o seu desespero, que aquele homem não pensou duas vezes: deu um golpe mortal na raposa com o seu machado e correu para o berço. Qual não foi a sua surpresa ao encontrar seu filinho dormindo tranquilamente. E, aos pés do berço, os restos mortais de uma cobra venenosa.

Assim é a vida. Quando temos uma fé firme, temos segurança. Mas, quando deixamos as dúvidas, lançadas pelos amigos, rondarem a nossa fé, somos vítimas de ações precipitadas, que poderão ser motivo de eterno remorso.
É preciso não fraquejar na fé, para não deixar que aconteça, na sua vida, o que aconteceu com aquele pobre lenhador.

sexta-feira, 4 de junho de 2010

BATATAS FRITAS


Um homem entra num restaurante e compra para seu filho uma caixa de batatas fritas. Daí, o pai faz o que todos os pais fazem: estende a mão e pega uma batata frita para prová-la. O menino bate na mão do pai e diz: “Não toque nas minhas batatas!”

O pai sente o egoísmo do filho. O pai sabe que foi ele quem comprou as batatas fritas e que elas, na verdade, pertencem a ele. O pai sabe que seu filho também lhe pertence. O pai poderia ficar zangado e nunca mais comprar uma única batata frita para o seu filho, para ensinar a ele uma lição. Ou o pai poderia “entupir” o seu filho de batatas fritas, se quisesse.

O pai pensa: “Por que meu filho é tão egoísta? Eu lhe dei um pacote de batatas fritas; eu só quero uma.”


Deus nos deu vida, bens, talentos, dinheiro, e tudo o que temos. Quando Ele nos pede o dízimo e o recusamos dar, é como se estivéssemos, figurativamente, dando um tapa em Sua mão e dizendo: “Tire a mão do meu dinheiro!”

Deus é dono de tudo que temos. Ele quer que nós: 1) Administremos o que temos para Sua glória; 2) Devolvamos uma parte do que Ele nos deu.

SORTE OU AZAR


Era uma vez um menino pobre que morava na China e estava sentado na calçada, do lado de fora da sua casa. O que ele mais desejava era ter um cavalo, mas não tinha dinheiro. Justamente nesse dia, passou em sua rua uma cavalaria, que levava um potrinho incapaz de acompanhar o grupo. O dono da cavalaria, sabendo do desejo do menino, perguntou se ele queria o cavalinho.

Exultante, o menino aceitou. Um vizinho, tomando conhecimento do ocorrido, disse ao pai do garoto: “Seu filho é de sorte!” “Por quê?”, perguntou o pai. “Ora”, disse ele, “seu filho queria um cavalo, passa uma cavalaria e ele ganha um potrinho. Não é uma sorte?” “Pode ser sorte ou pode ser azar!”, comentou o pai.

O menino cuidou do cavalo com todo zelo, mas um dia, já crescido, o animal fugiu. Desta vez, o vizinho diz: “Seu filho é azarento, hein? Ele ganha um potrinho, cuida dele até a fase adulta, e o potro foge!” “Pode ser sorte ou pode ser azar!”, repetiu o pai.

O tempo passa e um dia o cavalo volta com uma manada selvagem. O menino, agora um rapaz, consegue cercá-los e fica com todos eles. Observa o vizinho: “Seu filho é de sorte! Ganha um potrinho, cria, ele foge e volta com um bando de cavalos selvagens.” “Pode ser sorte ou pode ser azar!”, responde novamente o pai.

Mais tarde, o rapaz estava treinando um dos cavalos, quando cai e quebra a perna. Vem o vizinho: “Seu filho é de azar! o cavalo foge, volta com uma manada selvagem, o garoto vai treinar um deles e quebra a perna.” “Pode ser sorte ou pode ser azar!”, insiste o pai.

Dias depois, o reino onde moravam declara guerra ao reino vizinho. Todos os jovens são convocados, menos o rapaz que estava com a perna quebrada. O vizinho: “Seu filho é de sorte!”

Assim é na vida, tudo que acontece pode ser sorte ou azar. Depende do que vem depois. O que parece azar num momento, pode ser sorte no futuro.

Conta com a sorte.
Em geral as pessoas atribuem o sucesso ou fracasso à sorte ou à falta dela. É uma maneira de pensar que simplesmente bloqueia a criatividade, a inovação, a ação diante dos desafios oferecidos pela vida.

“Quem espera pela sorte, anda junto com o azar.”

Para meditar

Lin é uma linda jovem chinesa, que se casou e, por ainda não terem sua casa própria, foi viver com o marido na casa da sogra.

Depois de algum tempo, começou a ver que não se adaptava à sogra.

Os temperamentos eram muito diferentes e Lin cada vez se irritava mais com os hábitos e costumes da sogra, a quem criticava cada vez com mais insistência.

Com o passar dos meses, as coisas foram piorando, a ponto de a vida se tornar insuportável.

No entanto, segundo as tradições antigas da China, a nora tem que estar sempre a serviço da sogra e obedecer-lhe em tudo.

Mas Lin, não suportando por mais tempo a ideia de viver com a sogra, tomou a decisão de ir consultar um mestre, velho amigo do seu pai.

Depois de ouvir a jovem, o mestre Huang pegou um ramalhete de ervas medicinais e disse-lhe: “Para que você se livre da sua sogra, não deve usar estas ervas de uma só vez, pois isso poderia causar suspeitas. Você deve misturá-las com a comida, pouco a pouco, dia após dia e, assim, ela vai sendo envenenada lentamente. Mas, para ter a certeza de que, quando ela morrer, ninguém suspeitará de nada, você deve ter muito cuidado em tratá-la sempre com muita amizade. Não discuta e ajude-a a resolver os seus problemas.”

Lin respondeu: “Obrigada, mestre Huang, farei tudo o que o senhor me recomenda.”

Lin ficou muito contente e voltou entusiasmada com o projeto de assassinar a sogra.

Durante várias semanas, Lin serviu, dia sim dia não, uma refeição preparada especialmente para a sogra. E tinha sempre presente a recomendação de mestre Huang para evitar suspeitas: controlava o temperamento, obedecia à sogra em tudo e tratava-a como se fosse a sua própria mãe.

Passados seis meses, toda a família estava mudada.

Lin controlava bem o seu temperamento e quase nunca se aborrecia.

Durante estes meses, não teve uma única discussão com a sogra, que também se mostrava muito mais amável e mais fácil de lidar com ela.

As atitudes da sogra também mudaram e ambas passaram a tratar-se como mãe e filha.

Certo dia, Lin foi procurar o mestre Huang para pedir-lhe ajuda e disse: “Mestre, por favor, ajude-me a evitar que o veneno venha a matar a minha sogra. É que ela transformou-se numa mulher agradável e gosto dela como se fosse a minha mãe. Não quero que ela morra por causa do veneno que lhe dou.”

Mestre Huang sorriu e abanou a cabeça: “Lin, não se preocupe. A sua sogra não mudou. Quem mudou foi você. As ervas que lhe dei são vitaminas para melhorar a saúde. O veneno estava nas suas atitudes, mas foi sendo substituído pelo amor e carinho que você começou a dedicar.”

segunda-feira, 31 de maio de 2010

POR ONDE ANDA: BOZO



Por TAYNARA MAGAROTTO

SÃO PAULO - Mesmo depois de 19 anos do fim da presença do famoso palhaço Bozo no Brasil, o público ainda se lembra das brincadeiras que o personagem norte-americano – que teve sua versão brasileira – fazia.

Pois é, se lembrando disso, o Famosidades quis saber por onde andava o último intérprete do palhaço no Brasil, Arlindo Barreto, que teve um programa infantil no SBT.O Bozo fez muito sucesso naquela época, porém muitas crianças - que nem conheceram o programa do humorista - de hoje faz brincadeiras em referência ao personagem dos anos 1980. Quem não escutou a frase “E eu sou o Bozo!” quando alguém fala algo que é difícil de acreditar?

Ao contrário do que se pensava, Arlindo Barreto gosta deste tipo de lembrança. “É a marca do nostalgismo que assola os meios de comunicação, e eu me divirto com isto”, declarou ao Famosidades.

Arlindo Barreto tem hoje 57 anos e depois de sair da TV se tornou pastor evangélico. Mas para quem pensa que Barreto já iniciou sua carreira artística como o Bozo, está enganado. “Comecei como ator de novelas, como ‘Gina’, ‘Maria, Maria’, ‘Sítio do Pica-Pau Amarelo’, ‘Os Imigrantes’, ‘Cara a Cara’, ‘Dulcinéia Vai à Guerra’. Fui para o cinema, fiz 25 longas metragens, mas aceitei o desafio de fazer as pessoas sorrirem. Achei que fazer chorar era muito fácil. O circo é um desafio para o artista”, contou ele, que foi escolhido por unanimidade pela empresa dona dos direitos autorais do Bozo e por Silvio Santos a ficar com o papel de Bozo no Brasil.


O programa do Bozo fez muito sucesso e foi sensação da TV brasileira por muito tempo, porém Barreto admitiu que foi muito cansativo. “Muito incômodo, pois o programa durava das 8 horas às 18 horas. Batemos o recorde de permanência no ar, recebemos cinco Troféus Imprensa, três discos de ouro, medalhas da paz, título de Embaixador da Boa Vontade pela UNESCO. Consegui uma galeria de prêmios invejável e isto sim, foi muito gratificante”, relembrou.

Arlindo Barreto fez sucesso na pele de Bozo, porém também garantiu problemas tanto para a sua vida pessoal quanto profissional. Foi por seu envolvimento com as drogas e álcool que o ator perdeu os direitos de dar vida ao palhaço, e foi aí que os rumos de sua vida mudaram completamente.

O ex-palhaço destacou o principal momento da vida que o fez mudar de Bozo para um pastor de igreja evangélica: a morte de sua mãe, a famosa atriz Maria de Windsor. “Eu já havia alcançado tudo aquilo que acreditamos ser a verdadeira fonte de alegria: cultura, fama, prestígio, dinheiro e uma família bonita. Nada disso conseguiu preencher o vazio que eu sentia. Márcia de Windsor, minha querida mãe, morreu. Eu sofri um choque”, contou.

Arlindo Barreto confessou o jeito que arrumou para fugir da dor de ter perdido sua mãe. “Tentei afogar a saudade do meu peito com bebida e o resultado foi pior. Usei a cocaína para fugir da depressão e fiquei dependente. Afastei as pessoas que eu mais amava. Sofri um terrível acidente em 1986, e fui levado para o hospital praticamente sem sangue”, lembrou ele, que teve a visita de um pastor evangélico que o fez entrar para a religião.





Porém, Arlindo Barreto conseguiu inovar até a igreja evangélica. Pastor, o ator criou um personagem para pregar a religião onde quer que fosse. Mr. Clown nasceu e vestido com seu novo personagem, Barreto organiza atualmente espetáculos junto com seus filhos, David, Stacy e Diego e vai onde é chamado para ministrar. Questionado quanto custa por cada apresentação, Arlindo foi enfático: “Ao contrário do que muitos pensam, nunca cobrei nenhum centavo de qualquer igreja ou instituição evangélica para realizar cruzadas, congressos. Viajo de ônibus, hospedo-me em casa de irmãos, e se por ventura recebo alguma oferta, deixo naquela instituição como dízimo”.

Como Arlindo Barreto perdeu os direitos de se vestir como o Bozo, o ator criou o Mr. Clown com cabelos brancos e curtos. A roupa de seu novo personagem é parecidíssima com a do Bozo, e quem não presta muita atenção nos detalhes jura que Mr. Clown é um Bozo de cabelos curtos e envelhecido. Porém, Barreto explica o processo de criação que fez para cada pedacinho do novo personagem.

“Detalhes pretos mostram a nossa separação deste reino por causa do pecado. Os detalhes verdes anunciam a esperança de podermos alcançar este reino através da vitória conquistada por Jesus Cristo na cruz do calvário. O azul do seu fraque estilizado anuncia o céu de onde virá seu Senhor e o amarelo, a riqueza da vida há neste santo lugar e finalmente o branco encontrado em sua cabeleira a paz”, relatou.

Além do novo palhaço que interpreta, Arlindo Barreto está cheio de projetos. Um deles é um filme que irá dirigir. “Fui convidado pelo roteirista e escritor do livro ‘O Mensageiro de Deus’, Luis Carlos Schroder. O filme conta a história de um pastor evangélico”, contou.


O filme promete fazer sucesso, já que terá um custo alto de produção. “A produção total do filme foi orçada em R$ 8 milhões. Na verdade, esta produção está orçada para uma trilogia, cujas cenas serão gravadas em São Paulo, Recife, África e Argentina”, declarou.

Como uma jogada de marketing, os produtores do novo filme pensaram em colocar atores renomados, como da Rede Globo, mas Arlindo Barreto entrou com uma outra proposta. “Argumentei que hoje nós temos ministérios de atores cristãos com altíssima qualidade e comprometimento. Pretendo usar os atores globais renomados para os segundos papeis. Apenas para atraírem bilheteria”, disparou.

Arlindo Barreto prega vestido de palhaço e afirmou que não cobra nada por isso. Mas quais são as fontes de sustento? Barreto respondeu: “Ministro palestras e cursos de comunicação efetiva aqui no Brasil, na Europa e recentemente na Flórida Christian University, nos Estados Unidos”. E Arlindo garante que tem mais metas a cumprir: “Dirigir um filme infantil com a dupla de palhaços mais querida do Brasil: Patati e Patatá”.

quarta-feira, 26 de maio de 2010

A ARCA DE NOÉ

Homem constroi uma arca semelhante à de Noé (na dimensão exata que consta na Bíblia)
Réplica da Arca de Noé Inaugurada em Schagen, Países Baixos



A grande porta central do lado da Arca de Noé foi aberta para a primeiro grupo de curiosos de gente da cidade apreciar a maravilha. Claro, é apenas uma réplica da arca bíblica, construída pelo criacionista holandês Johan Huibers como um testemunho da sua fé na verdade literal da Bíblia.


A Arca tem 150 côvados de comprimento, 30 côvados de altura e 20 côvados largura. Ou seja, dois terços do comprimento de um campo de futebol e tão alta como três casas. Modelos de tamanho natural de girafas, elefantes, leões, crocodilos, zebras, bisões e outros animais saudam os visitantes à medida em que eles vão chegando.



Empreiteiro de profissão, Huibers construiu a arca de cedro e pinho. Os estudiosos da bíblia discutem sobre qual, exatamente, foi a madeira utilizada por Noé.

Huibers fez a maior parte do trabalho com sua próprias mãos, utilizando ferramentas modernas e com a ajuda ocasional de seu filho, Roy. A construção começou em maio de 2005. No pavimento superior ainda não coberto, não terminado a tempo para a abertura - haverá um mini-zôo, com cordeirinhos, galinhas, caprinos e um camelo.



Os visitantes no primeiro dia ficaram impressionados. «Isto é uma redescoberta do passado", afirmou Mary Louise Starosciak, que, de férias, passeava de bicicleta com o marido, quando viram a Arca surgindo imensa sobre a paisagem local.


"Eu conhecia a história de Noé, mas eu não tinha idéia de que o barco teria sido tão grande. Há espaço suficiente na quilha para umas 50 cadeiras num cinema onde as crianças podem assistir a um vídeo que conta a história de Noé e sua arca". Huibers, um homem cristão, disse que espera que o seu projeto vá renovar o interesse pelo Cristianismo na Holanda, onde a igreja encolheu dramaticamente nos últimos 50 anos.

terça-feira, 25 de maio de 2010

Faith

Faith is action. The action of trusting, surrendering, giving, in other words, of acting according to what we believe. The power of faith, by nature, does not rest until it sees its dream come true. And so it fights, works, trusts and waits, not only to gain material blessings, but above all, to keep a clean conscience.

Let’s take forgiveness as an example. In order to receive the greatest benefit of faith—eternal life—we depend on forgiveness. But what can be done if we are possessed by pride? It becomes impossible. In this case, our faith to conquer the whole world is useless. How can faith ignore the Word that says: “For if you forgive men their trespasses, your heavenly Father will forgive you. But if you do not forgive men their trespasses, neither will your Father forgive your trespasses” (Matthew 6:14,15)?

It’s hard to forgive if we are not possessed by the Spirit of God.
By Bishop Macedo

Os Bons Olhos

Um homem morava no deserto e tinha quatro filhos ainda adolescentes.
Querendo que seus filhos aprendessem a valiosa lição da não precipitação nos julgamentos, os enviou para uma terra onde havia muitas árvores. Mas ele os enviou em diferentes épocas do ano.
O primeiro filho foi no inverno, o segundo na primavera, o terceiro no verão e o mais novo foi no outono.
Quando o último deles voltou, o pai os reuniu e pediu que relatassem o que tinham visto.
O primeiro filho disse que as árvores eram feias, meio curvadas, sem nenhum atrativo.
O segundo filho discordou e disse que na verdade as árvores eram muito verdes e cheias de brotinhos, parecendo ter um bom futuro.
O terceiro filho disse que eles estavam errados, porque elas estavam repletas de flores, com um aroma incrível e uma aparência maravilhosa.
Já o mais novo discordou de todos e disse que as árvores estavam tão cheias de frutos que até se curvavam com o peso, passando a imagem de algo cheio de vida e substância.


Aquele pai então explicou aos seus filhos adolescentes que todos eles estavam certos.
Na verdade eles viram as mesmas árvores em diferentes estações daquele mesmo ano.
Ele disse que não se pode julgar uma árvore ou pessoas por apenas uma estação ou uma fase de sua vida.
Ele explicou que a essência do que elas são, a alegria, o prazer, o amor, mas também as fases aparentemente ruins que vêm daquela vida só podem ser medidas no final da jornada quando todas as estações forem concluídas.
Se você desistir quando chegar o “inverno”, você vai perder as promessas da primavera, a beleza do verão e a plenitude do outono.
Não permita que dor de apenas uma “estação” destrua a alegria de todas as outras. Não julgue a vida por apenas uma fase.
Persevere através dos caminhos dificultosos, e épocas melhores virão com certeza!

sexta-feira, 21 de maio de 2010

O Testemunho de Lucio - A Maior Vitória da Vida



Nós brasileiros somos pessoas muito emocionais, e daí você deve imaginar a emoção quando nossa Seleção ganhou o Penta-Campeonato, em Julho de 2002 no Japão.

Depois do jogo, estávamos todos abraçados no gramado e quase não podíamos nos conter de tanta alegria: Perante os olhos de milhares de pessoas ao redor do mundo, nós éramos a melhor equipe de futebol. Que sentimento maravilhoso!

Antes mesmo de começar a partida da decisão final contra a Alemanha, estava claro para mim, que de algum modo eu deveria demonstrar minha gratidão a Deus por aquele momento.

Eu sempre agradeço a Ele de todo o meu coração por tudo que experimento na vida, pois sei que desde que o conheço pessoalmente nada me acontece por acaso, e Ele sempre realiza o melhor para mim em qualquer situação. Através da frase "Jesus loves you" impressa em minha camiseta, eu queria mostrar para o mundo inteiro o meu agradecimento a JESUS - bem como desejava dizer que, da mesma maneira como eu, também outras pessoas poderiam ter a mesma experiência com Ele.

Desde quando eu passei a ter um relacionamento pessoal com Jesus, entendo cada vez mais o que realmente é importante nesta vida.

Muitos torcedores pensam que nós, jogadores profissionais, somos felizes somente porque ganhamos muito dinheiro e podemos comprar tudo que desejamos. Isso é um grande erro.

A verdadeira felicidade na vida, nós não podemos comprar com dinheiro algum deste mundo. Estou falando do sentimento de pertencer à família de Deus, e não precisar mais procurar um sentido para a vida. Há muitos anos DEUS tem sido para mim um verdadeiro Pai, bem do modo como está escrito na oração do Pai Nosso. Jesus vive, e é para mim o melhor amigo e o fiel companheiro de todas as ocasiões.

Ele sempre esteve presente ao meu lado, seja nos momentos de derrota, ou quando ergui o troféu da vitória do Penta-Campeonato no Japão. Ele ainda estará comigo mesmo quando, um dia, meu nome já há muito tempo tiver sido esquecido por todos.

Hoje eu sou imensamente feliz por ter feito a escolha de entregar minha vida completamente a JESUS. Esta decisão é uma questão de confiança, e me dá segurança saber que JESUS me ama - incondicionalmente - mesmo que ainda muitas vezes eu tente levar a vida do meu modo.

Depois do momento em que deixei meu coração ser inundado pelo amor de Jesus, tornei-me uma pessoa totalmente diferente. Jesus me deu a alegria de ter uma mulher especial e filhos maravilhosos. Meu coração se encheu de paz porque entendi que Ele me ama muito mais do que eu consigo amar minha própria família.

Eu também sou imensamente grato a Jesus pelos talentos e habilidades que me presenteou, os quais me permitem jogar em grandes clubes de futebol.

“ O caminho da realização pessoal e da felicidade eu somente encontrei porque fiz aquilo que Jesus disse na Bíblia:” Entrega o teu caminho ao Senhor; confia nele, e ele o fará.” (Salmo 37:5).

Este caminho está diante de você. É a tua chance de conseguir a maior vitória de sua vida. Confia em JESUS!!!

confira o site do zagueiro líder da seleção brasileira!!
www.l3lucio.com.br

DIFICULDADES



Chamar alguém de feio não te deixa mais bonito;
ficar sem comer não te deixa um palito;
excluir uma pessoa não te torna mais popular;
não são as marcas que vão te rotular;
xingar alguém de gordo não te emagrece;
dizer que uma pessoa é triste não traz felicidade;
falar que alguém é fraco não te fortalece;
dizer que uma pessoa é metida não te traz a humildade;
falar que alguém é insignificante não te engrandece;
dizer que uma pessoa é falsa não te leva à verdade;
dinheiro não compra felicidade;
conhecer muita gente não é o mesmo que ter amigos;
ser famoso é diferente de ser querido;
sexy não é o mesmo que vulgar; atração é diferente de amar.

por: Andreia Spengler

quinta-feira, 20 de maio de 2010

PERMANECER EM DEUS


Quando se vive separado de Deus não existe um desenvolvimento da fé. Nós somos como os ramos de uma árvore, que só produzem frutos quando estão ligadas a ela. Assim é o ser humano, quando não existe a comunhão com Deus, espiritualmente ele enfraquece e, deste modo, não tem forças para vencer as dificuldades da vida. Nossa vida depende do relacionamento que temos com Deus.

"permanecei em mim, e eu permanecerei em vós. Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim." (joão 15.4)

Quando permanecemos em Deus, Ele também permanece em nós. Crer e permanecer são duas coisas diferentes. A pessoa pode ter sua religião e congregar em uma igreja, mas isto demonstra somente que ela crê em Deus. Permanecer em Deus é viver uma vida comprometida com o Pai, é viver em fidelidade, é mudar a forma de viver por amor a vontade d'Ele!

Conheci pessoas de diversos tipos de religião que me falam de sua crença em Deus de uma maneira muito superficial. Por exemplo, tem pessoas que dizem ter a sua religião e que Deus está no seu coração, porém seguem na mentira, na bebedeira, falam palavrões etc, elas possuem uma fé muito distante daquilo que a bíblia ensina. São pessoas que apesar de terem uma crença, essa fé nao envolve a vida delas. ela é católica no momento da missa, mas ao sair da igreja tudo que ela ouviu do padre fica no esquecimento, o mesmo acontece com muito evangélicos, que dizem ser crentes mas tem uma vida fora daquilo que é pregado pelos pastores!

Por isso Jesus disse claramente: Como não pode o ramo produzir fruto de si mesmo, se não permanecer na videira, assim, nem vós o podeis dar, se não permanecerdes em mim.

Não posso dizer que Deus está comigo se eu não estiver com Ele. Se eu estou com Deus, os frutos vão aparecer!

Deus abençoe!

quarta-feira, 19 de maio de 2010

EXISTE UMA NOVA PORTA

"Muitos dos fracassos desta vida estão concentrados nas pessoas que desistiram por não saberem que estavam muito pertos da linha de chegada." Thomas Edison


Quando uma porta se fecha para você, em algum lugar existe uma outra porta que está escancaradamente aberta à sua espera. Se um obstáculo se transpõe em seu caminho, existe uma nova trilha ao redor pela qual você poderá passar.

Quando um alvo parece impossível, sempre existe alguma coisa que você poderá fazer para que ele se torne possível. Sempre existe uma nova porta aberta.

É sempre necessário lembrar que Deus não nos deixou neste mundo à nossa própria sorte e aos nossos próprios cuidados. O Senhor nos convida a fazer da oração o primeiro recurso e não a ultima opção. Ele nos chama a persistência e a disciplina para um genuíno crescimento.

Lembre-se que quando uma abordagem fracassa, essa experiência se transforma numa excelente oportunidade de experimentar uma outra nova abordagem. EXISTE UMA NOVA PORTA ABERTA A VOCÊ.

Não desista porque a sua fé em Deus, sua persistência e sua ação está lhe trazendo mais perto desta porta.

E NÃO NOS CANSEMOS DE FAZER O BEM, PORQUE A SEU TEMPO CEIFAREMOS, SE NÃO DESFALECERMOS. (Gálatas 6:9)

Apague tudo aquilo que não valeu à pena, quem mentiu, quem enganou seu coração, quem teve inveja,quem tentou destruir você, quem usou máscaras, quem te magoou, quem nunca chegou a saber exatamente quem você é.Guarde as pessoas reais, que cederam carinho, tempo, palavras,conselhos, a mão e o coração ! Pessoas que de um jeito ou de outro, ajudaram você ser um pouco melhor;que te fizeram crescer em sabedoria e sentimentos, que te deram amor de verdade.
Que Deus lhe guarde nas palmas de suas mãos!

segunda-feira, 17 de maio de 2010




Nos Alpes Italianos existia um pequeno vilarejo que se dedicava ao cultivo de uvas para produção de vinho. Uma vez por ano, acontecia uma grande festa para comemorar o sucesso da colheita.
A tradição exigia que nessa festa cada morador do vilarejo trouxesse uma garrafa do seu melhor vinho para colocar dentro de um grande barril, que ficava na praça central.
Um dos moradores pensou: “Por que deverei levar uma garrafa do meu mais puro vinho? Levarei água, pois no meio de tanto vinho, o meu não fará falta.” Assim pensou e assim fez.
Conforme o costume, em determinado momento, todos se reuniram na praça, cada um com sua caneca, para provar aquele vinho, cuja fama se estendia muito além das fronteiras do país.
Contudo, ao abrir a torneira, um absoluto silêncio tomou conta da multidão. Do barril saiu… Água! “A ausência da minha parte não fará falta.” Foi o pensamento de cada um dos produtores.
Muitas vezes, somos conduzidos a pensar: “Tantas pessoas existem neste mundo! Se eu não fizer a minha parte, isto não terá importância.” Será?

Autor Desconhecido

quinta-feira, 13 de maio de 2010

RECONHECE A MINHA MÃO



Quantas vezes te tenho assegurado que haverá uma recompensa para a fidelidade?
Chegaste agora a um ponto onde podes erguer os olhos e ver o que te espera!

Preparei isto para a tua vida e tenho permanecido a teu lado durante o tempo de provação, sorrindo ao pensar no que está armazenado para a tua felicidade!

Insisto que continues quando pensares em desistir, porque não permitirei que tu venhas a falhar.
Ama-Me ainda mais do que nunca.

RECONHECE A MINHA MÃO.
Na verdade, a situação em que te encontras é, sem dúvida, uma providência divina.
DEVES ACEITÁ-LA, RECONHECENDO QUE ESTOU CONTIGO.

Sim, Eu te darei bênçãos e as multiplicarei muito mais do que podes perceber agora.
NÃO TENHAS MEDO. O TEU TRABALHO É MEU TRABALHO E ESTOU MUITO BEM CAPACITADO A ZELAR POR ELE SOB QUALQUER ASPECTO.

“Porque Eu, o Senhor teu Deus te tomo pela tua mão direita e te digo: NÃO TEMAS PORQUE EU TE AJUDO”

"Dizem por aí que a esperança é a última que morre.
Não a minha esperança.
Minha esperança não é a última que morre.
Mas minha esperança é a primeira que nasce,
quando morrem as possibilidades humanas."

Nilson Soares

O Dia da Decisão

Quando o apóstolo Paulo disse que a nossa luta seria contra os principados e as potestades, ele quis dizer que a guerra que Deus teve no céu com lúcifer e seu exército nós teríamos aqui na terra. Deus já o venceu no céu, onde não se achou mais o lugar deles.

“Então houve guerra no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão. E o dragão e os seus anjos batalhavam, mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou no céu” (Apocalipse 12:7-8)

É por isso que o profeta Joel fala que nós teríamos uma guerra Santa, e para tal guerra seriam precisos homens valentes, homens de guerra. Ele falou que até mesmo o fraco teria que dizer que é forte (Joel 3.9-11,14), caso contrário se tornaria escravo do vencedor.
Pense bem... A pessoa pode até ter a autoridade de Cristo para vencer o mal, mas se ela não assume a posição de guerra e não usa as armas da fé, o jejum e a oração, ela ao invés de vencer é vencida.
Você aceita ser escravo da dúvida, de doenças, mesmo sendo membro do corpo de Cristo? Nós temos que derrotá-lo de uma vez por todas. O diabo é o nosso inimigo e aparece nas situações mais dificeis da nossa vida, em forma de doenças,dividas, miséria, vicios, problemas na familia, etc.

Ou nós acabamos com ele, ou ele sempre estará armando situações para desestabilizar a nossa vida! Nós vamos pedir o fim dos nossos inimigos espirituais de uma vez por todas, não uma melhora. Como o Rei Davi disse:

“Persegui os meus inimigos e os destruí, e nunca voltei atrás sem que os consumisse. Eu os consumi, e os atravessei, de modo que nunca mais se levantaram; sim, cairam debaixo dos meus pés. Pois tu me cingiste de força para a peleja; prostraste debaixo de mim os que se levantaram contra mim” (2 Samuel 22:38-40)


Ele destruiu seus inimigos de uma vez por todas para que eles nunca mais se levantassem.É tudo ou nada! Será um dia de batalha, de luta. O dia 19 de maio será o dia da decisão. Nós vamos colocar toda nossa vida no altar de Deus. Ou eu acabo com o problema ou ele acaba comigo. Vamos orar, jejuar, e usar as armas da fé.
E você? Está disposto a essa decisão, a essa guerra?
Nesta luta não há empate. É vencer ou ser vencido.Você está pronto?

quarta-feira, 12 de maio de 2010

O IMPERADOR E A SEMENTE


Conta a lenda que um príncipe ia ser coroado imperador. Mas, de acordo com a lei, ele deveria se casar. Sabendo disso, o rapaz lançou uma disputa entre todas as moças do reino que haviam se apresentado:

-Darei, para cada uma de vocês, uma semente. Aquela que, dentro de seis meses, trouxer a mais bela flor será minha esposa.

O tempo passou e uma das jovens, a mais humilde delas, apesar de não ter tantas habilidades na arte da jardinagem, cuidava de sua sementinha com muita paciência e ternura, pois sabia que, se a beleza da flor surgisse na mesma extensão do seu amor, ela não precisaria ficar preocupada com o seu resultado.

Os três primeiros meses se passaram e nada germinou. Ao expirar o prazo determinado, ela nada havia conseguido, pois a flor não brotou. Consciente do seu esforço e dedicação, compareceu ao palácio na data e hora combinadas. Ela era a única cujo vaso de flores estava vazio. Todas as demais pretendentes levaram, cada qual, uma flor mais bela que a outra.

O príncipe observou cada uma das pretendentes com muito cuidado e atenção, e anunciou que a jovem que trazia o vaso vazio era a escolhida. Ela seria a sua futura esposa.

Ninguém compreendeu o porquê de ele ter escolhido justamente aquela que nada havia cultivado! Então, calmamente, ele esclareceu:

-Esta foi a única que cultivou a flor que a fez digna de se tornar uma imperatriz, a flor da honestidade, pois todas as sementes que entreguei eram estéreis.

Nunca deve desistir das suas ideias. Acredite nelas e trabalhe

A ARCA DA ALIANÇA



Aliança no dedo simboliza comprometimento com alguém até o fim da vida. A Arca da Aliança sinalizava o pacto de Deus com Israel. Era conduzida pelo povo escolhido como troféu eterno.
Trazia dentro de si três elementos: duas tábuas da Lei (a Palavra), a vara de Arão (disciplina) e um vaso com maná (pão-nosso no deserto). A Arca era o objeto mais sagrado na Terra. Representava Deus. A dispersão de Israel pelo mundo fê-la desaparecer.

A vinda do Filho de Deus inaugurou um novo tempo: o da Nova Aliança. Antes, o pacto de Deus estava restrito apenas aos judeus. Vida, morte e ressurreição do Senhor Jesus estenderam uma nova oportunidade de aliança, mas, agora, com todos os demais povos. Ou seja, com os que creem.
Contudo, o pacto com Deus não se dá simplesmente pelo fato de se aceitar ou acreditar no Filho de Deus. Como um casamento levado a sério, onde os dois empenham a palavra de compromisso mútuo no altar, com Deus não é diferente. A manutenção do casamento depende de sacrifícios diários feitos pelo casal. Se um falha, então ele corre o risco de ser desfeito.

Com Deus não é diferente. Ele já Se sacrificou e mantém Sua Palavra de honra. Mas exige dos que nEle creem o sacrifício da obediência. Apesar dEle não fazer acepção de ninguém, ainda assim não aceita ser o segundo lugar na vida de ninguém.

“Se alguém quer vir após Mim, a si mesmo se negue, tome a sua cruz e siga-Me.” Mateus 16.24. E adverte: “…quem não toma a sua cruz e vem após Mim não é digno de Mim.” Mateus 10.38.


Em compensação, a partir do momento em que se firma um pacto com Ele, Seu aliado se torna a própria arca da aliança viva nesse mundo.

Deus abençoe !

terça-feira, 11 de maio de 2010

Nunca desista de sus Sueños


Resolvi postar essa mensagem em espanhol, para que alguns amigos meus que hoje vivem pregando o evangelho em outros países como Honduras, Espanha, México, Estados Unidos, Argentina etc.. possam também participar do meu blog, depois postarei a mesma mensagem em português!

… Un ejemplo de perseverancia y que a pesar de todas las contrariedades no se dio por vencido fue José. El padre de José era Jacob y este le tenía en gran aprecio, pero sus hermanos no, muy por el contrario le tenían envidia.

En una ocasión José tuvo un sueño y lo contó a su padre y a sus hermanos, pero sus hermanos lo aborrecieron y le envidiaron aún más, pensaron en matarlo, pero después tomaron la decisión de venderlo como esclavo. (Génesis 37:1-11).

Dios le había dado la visión a José de lo que quería hacer en su vida. Dios quería engrandecerlo, pero por supuesto que José tendría que hacer su parte. Y para esto él tenía que luchar y actuar de acuerdo a la Palabra de Dios. Así como Dios dio un sueño a José, Dios ha dado un sueño a cada uno de nosotros. Pero hubo un gran error que cometió José y que por igual muchos de nosotros solemos hacer y fue que José contó su sueño. Cuando se tiene un sueño, es mejor no compartirlo, porque puede ser que a quienes lo contemos no estén en la misma fe y es ahí que surgen las palabras negativas, las cuales dan lugar a las dudas.

A pesar de José haber sido vendido como esclavo, él no perdió la confianza en Dios, no dejó de perseverar, y hacia las cosas con un corazón sincero. Sea en la posición que nosotros nos encontremos no podemos de dejar de hacer lo mejor para Dios. Aún siendo José un esclavo, era un hombre prospero porque él hacía lo recto delante de Dios. Parecía avanzar todo bien en la vida de José, pero como Satanás no descansa y siempre busca la manera de destruirnos, usó a la esposa de su amo quien provocaba a José. Pero como José era de Dios, a causa de esto la rechazó. José fue tentando, pero él resistió y venció. La mujer al sentirse rechazada y humillada, acusó a José falsamente. José fue puesto en la cárcel. (Génesis 39:1-20).

Al parecer José había perdido toda oportunidad, pero Dios sabía quién era José y Él estaba con él. José nunca renegó contra Dios por lo que estaba aconteciendo, porque él tenía la certeza de que aún pasando tantas adversidades, Dios estaba con él. El hombre de Dios tiene que resistir, porque para que podamos conquistar, todo tiene un precio, y este es el sacrificio, resistir al pecado, al mal, porque existe la tentación.

¿Qué debemos hacer delante de las dificultades, obstáculos y persecuciones? ¿Vamos a desistir de nuestro sueño? De ninguna manera, pero Satanás siempre va a luchar para que nosotros desistamos de nuestros sueños. Solo aquellos que están dispuestos a sacrificar y a pagar un precio pueden conquistar la realización de sus sueños.

Estando José en la cárcel, le fue confiado el cuidado de los presos. Ahí estaban el copero y el panadero del rey, los cuales José les interpretó sus sueños. Cuando el copero fue libre José le pidió que tuviera misericordia y se recordara él. Al cabo de 2 años el copero se recordó de José y fue llamado para interpretar el sueño del rey. (Génesis 40:1-23, 41:1-38).

El rey puso a José como gobernador de Egipto (Génesis 41:38-48). Dios hizo una promesa para José, pero él tuvo que saber esperar la respuesta de Dios y finalmente fue honrado. Todo en nuestra vida tiene un proceso, José fue vendido a la edad de 17 años y fue puesto como gobernador cuando tenía 30 años. No se puede lograr una transformación de la noche a la mañana, porque para lograrla es necesario no desistir antes las luchas y proseguir en nuestras metas y sueños.

Algo más que hizo José, fue perdonar a su familia, José era de Dios y por esto él no guardaba ningún rencor en contra de sus hermanos. (Génesis 45:4-5). Si usted tiene un sueño, luche por él, mantenga su corazón limpio como lo hizo José, persevere, determine, no desista, no se desanime delante de las palabras negativas, no retroceda, siga en la fe y en su determinado momento Dios le dará la victoria y hará su sueño realidad.
Dios los bendiga.

Engolindo Sapo

“O que é andar no espírito?” Perguntou ela. Tratava-se de uma jovem que havia acabado de chegar à igreja e que ainda não estava familiarizada com algumas expressões. Então, o pastor lhe respondeu: “É estar no espírito da fé.” Ela balançou a cabeça, fazendo-o acreditar que havia entendido a sua simples e, ao mesmo tempo, difícil explicação. Ainda confusa, foi para casa e orou, mas nada aconteceu.

Um dia, uma colega de trabalho mentiu a seu respeito e a deixou em apuros com a gerência. Ela ficou tão frustrada que pegou seus pertences e, sem pedir permissão a sua chefe, simplesmente foi para casa mais cedo. Ainda no ônibus, chorava e se perguntava por que Deus havia permitido que tudo aquilo lhe acontecesse; afinal de contas, estava sendo fiel a Ele nos últimos dois meses, que foi quando se convertera. Tudo o que conseguia ouvir em seu coração era “Ande em espírito…”

“Mas, Senhor, como posso andar em espírito se eu não sei o que isso significa?” Foi aí que, sem palavra alguma, Deus falou-lhe com clareza. Ela precisava andar em espírito quando a caminhada fosse difícil, ou seja, tinha que desagradar a sua carne e obedecer à voz da fé. Então, ela desceu do ônibus, voltou para o trabalho e pediu desculpas a sua chefe pelo mau comportamento, que ficou impressionada com sua atitude e resolveu desconsiderar todas as mentiras. Ela não apenas mostrou a sua chefe quem realmente era como também foi promovida, tornando-se gerente.

Isso é o que acontece todos os dias com pessoas que “andam em espírito”. Problemas vêm para todas nós, mas se não tivermos o hábito de usar a nossa fé para combatê-los, usaremos as nossas emoções que sempre causam problemas ainda maiores. Por exemplo, quando o marido diz algo que você não gosta e você responde do mesmo jeito, dando início a uma briga, ou quando você descobre que alguém fez uma fofoca a seu respeito e, sem pensar duas vezes, você decide tirar satisfação com todas as pessoas envolvidas multiplicando a fofoca ainda mais. Ou então, quando você faz um escândalo em público por causa de um péssimo atendimento ao consumidor.

Andar em espírito é um compromisso diário. Quando estamos no espírito, agimos de maneira diferente das outras pessoas, como se fôssemos intocáveis e muito superiores para, nos envolvermos com as coisinhas desse mundo. Aprendemos a engolir alguns sapos e a ignorar determinadas coisas e seguir em frente.

Pessoas que andam em espírito estão sempre no controle de suas emoções. Aquelas que estão no espírito também andam em espírito. Por isso, se você está no espírito, ande em espírito.

Cristiane Cardoso

Nunca se arrependa de um dia da sua vida.


Os bons dias lhe dão felicidade.
Os maus lhe dão experiência.
Ambos são essenciais para a vida.
A felicidade lhe faz doce.
Os problemas lhe mantêm forte.
As penas lhe mantêm humano.
As quedas lhe mantêm humilde.
O bom êxito lhe mantém brilhante.
Mas, só Deus lhe mantém caminhando.

A SAMAMBAIA E O BAMBU


Certo dia, decidi dar-me por vencido. Renunciei ao meu trabalho, às minhas relações e à minha fé. Resolvi desistir até da minha vida.

Dirigi-me ao bosque para ter uma última conversa com Deus.
“Deus”, eu disse: “O Senhor poderia me dar uma boa razão para eu não entregar os pontos?”

Sua resposta me surpreendeu: “Olhe em redor. Você está vendo a samambaia e o bambu?”

“Sim, estou vendo”, respondi.

“Pois bem, quando Eu semeei as samambaias e o bambu, cuidei deles muito bem. Não lhes deixei faltar luz e água. A samambaia cresceu rapidamente. Seu verde brilhante cobria o solo. Porém, da semente do bambu nada saía.

Apesar disso, eu não desisti do bambu. No segundo ano, a samambaia cresceu ainda mais brilhante e viçosa. E, novamente, da semente do bambu, nada apareceu.

Mas, eu não desisti do bambu. No terceiro ano, no quarto, a mesma coisa. Mas, no quinto ano, um pequeno broto saiu da terra. Aparentemente, em comparação com a samambaia, era muito pequeno, até insignificante.

Seis meses depois, o bambu cresceu mais de 50 metros de altura.
Ele ficara cinco anos afundando raízes. Aquelas raízes o tornaram forte e lhe deram o necessário para sobreviver.

A nenhuma de minhas criaturas eu faria um desafio que elas não pudessem superar.”

E, olhando bem no meu íntimo, disse: “Você sabia que durante todo esse tempo em que você vem lutando, na verdade, estava criando raízes?

Eu jamais desistiria do bambu. Nunca desistiria de ti. Não se compare com outros. O bambu foi criado com uma finalidade diferente da samambaia, mas ambos eram necessários para fazer do bosque um lugar bonito.

Seu tempo vai chegar”, disse-me Deus. “Você crescerá muito!”

“Quanto tenho de crescer?” Perguntei.

“Tão alto como o bambu?” Foi a resposta. E eu deduzi: Tão alto quanto puder!

Espero que estas palavras possam lhe ajudar a entender que Deus nunca desistirá de você.

segunda-feira, 10 de maio de 2010

Boa Semana ! ! !

APOIADOS EM DEUS




Para podermos vencer nossas lutas, as adversidades, os problemas da vida, é necessário a confiança em Deus. A confiança em Deus não se mostra somente quando as coisas vão bem, mas nas adversidades. São nestes momentos de luta e dificuldades que mais devemos usar a fé.

Um exemplo de confiança em Deus foi o rei Asa. Este rei era fiel e reto diante de Deus. O rei Asa arrancou todas as obras malignas, a idolatria e ordenou a todo o povo que buscasse a Deus, praticando a lei e os mandamentos.
Durante seu reinado houve paz e prosperidade no meio do povo, e tudo que ele realizava tinha sucesso por causa de sua Fe e fidelidade a Deus. Houve um outro rei, etíope, chamado Zerá que se levantou contra o povo de Israel para destruí-los. Este etíope tinha um exército de um milhão de soldados, um exército muito forte, enquanto Asa contava somente com 580 mil homens.

Humanamente era impossível o rei Asa e seu exército prevalecerem contra aquele forte e numeroso povo! Porém Asa não temeu, nem retrocedeu, ele não negou a sua fé diante da batalha! Asa reuniu homens e foi enfrentar os etíopes porque tinha a certeza de que Deus estava com ele e lhe daria a vitória contra os seus inimigos. (2 Cr. 14.8-10)
Quando estamos apoiados em Deus, o medo não prevalece contra nós, ainda que passando por lutas e problemas, não se pode abandonar a fé, ao contrário, é através dela que enfrentamos ao problema!

Asa clamou a Deus dizendo: SENHOR, além de ti não há quem possa socorrer numa batalha entre o poderoso e o fraco; ajuda-nos, pois, SENHOR, nosso Deus, porque em ti confiamos e no teu nome viemos contra esta multidão. SENHOR, tu és o nosso Deus, não prevaleça contra ti o homem.
O rei de Israel não estava apoiado na força do seu exército, nem na sua inteligência, mas apoiado em Deus e no poder da sua fé. Foi enfrentar ao inimigo em espírito de oração, confiando em Deus e crendo na sua palavra. Da mesma maneira, nós para podermos ter vitória nas lutas da vida, também temos que fazer a nossa parte como o rei Asa o fez! Isto é, temos que orar e agir, e o resto é com Deus.

“O SENHOR feriu os etíopes diante de Asa e diante de Judá; e eles fugiram. Asa e o povo que estava com ele os perseguiram até Gerar; e caíram os etíopes sem restar nem um sequer; porque foram destroçados diante do SENHOR e diante do seu exército, e levaram dali mui grande despojo.” (2 Cr. 14.12,13)

Se nós somos fiéis a Deus, se fazemos nossa parte pondo em prática a palavra d’Ele, Deus nos dará a vitória. Se você está enfrentando uma crise em sua vida, é importante que você não tenha medo, não se aflija e nem se desespere. Lembre-se que a luta vem para todos, mas Deus honra aos fiéis da Terra.

Lembre-se do que Jesus disse: “Não fará Deus justiça aos seus escolhidos, que a ele clamam dia e noite, embora pareça demorado em defendê-los? Digo-vos que, depressa, lhes fará justiça. Contudo, quando vier o Filho do Homem, achará, porventura, fé na terra?” (Lucas 18.7,8)Deus Abençoe!

domingo, 9 de maio de 2010

O PODER DA ORAÇÃO



“Jesus, porém, lhes respondeu: Em verdade vos digo que, se tiverdes fé e não duvidardes, não somente fareis o que foi feito à figueira, mas até mesmo, se a este monte disserdes: Ergue-te e lança-te no mar, tal sucederá; e tudo quanto pedirdes em oração, crendo, recebereis.”(Mateus 21.21,22)

Em 1Cr 4.9,10 fala a respeito de um homem chamado Jabez
Jabez nasceu predestinado ao fracasso, em uma época em que o nome tinha grande importância e servia como uma profecia sobre o que viria a ser daquela pessoa. Podemos dizer que Jabez nasceu com um dos piores nomes.

O nome Jabez, numa tradução exata significa: aquele que causa dores.

Observemos os significados de alguns nomes de grandes personagens biblicos:

1. Abraão "pai de muitos povos"
2. Ezequiel "Deus fortalece"
3. Gideão "Lutador de espada"
4. Rute "plena de beleza, amiga"


Analise a cada um desses personagens bíblicos e poderá observar que seus nomes muito tem a ver com a vida que eles tiveram.

Mas, e Jabez?- "Aquele que causa dores", o que a vida reservava para alguém com este nome?
Jabez teve uma atitude que mudou totalmente sua vida. Ele acreditou no poder da oração a Deus e fez uso de sua Fé!
Jabez sabia que somente Deus tinha o poder de mudar seu aparente destino infeliz.

Deus muda histórias, Deus faz derrotados se tornarem vencedores!
A bíblia diz que Jabez foi mais ilustre que seus irmãos.(1Cr 4.9)
Que você possa crer, que a sua oração pode mudar sua história.

sábado, 8 de maio de 2010

Um toque diferente


Em Marcos 5.24-34 narra a história da mulher hemorrágica. Esta mulher recebeu uma cura e Jesus nem orou, tocou ou falou com ela, mas ela, O tocou de uma forma “especial” e foi curada!
Uma mulher sem nome, sem definição de idade ou aparência física. Uma mulher que marcada pelo sofrimento vivia atônita, em grande desespero. Em seu corpo habitava uma enfermidade que a debilitava e a marcava em dose dupla; na alma e no corpo. E de uma maneira crônica, pois esta hemorragia fazia dela uma pessoa impura pela Lei judaica, a conduzia para um abismo, para uma caverna interior.
Para esta mulher chegou o dia de dar um basta em todo sofrimento e talvez para você hoje seja este dia, o dia de dar um basta na solidão, na dor do corpo e da alma. Hoje é o dia, o momento é agora!
Quando a mulher ouviu falar de Jesus, começou a ser gerada em seu interior a esperança de que se apenas tocasse no seu manto ficaria curada.

Ela ouviu, então, a fama de Jesus e dirigiu-se até onde Ele estava, mas, havia uma grande multidão à Sua volta! Ela devia ser uma pessoa muito fraca, porém reuniu todas as suas forças e entrou no meio da multidão com o objetivo de tocá-Lo para ser curada, arriscando ser reconhecida e morrer apedrejada!
E quando ela O tocou, Jesus parou e perguntou quem O tocara! Havia uma multidão à sua volta, entretanto, Jesus sabia que alguém O tocara de forma “diferente”!

Mas o que determinou o “toque diferente”?

1- Ela tinha muita perseverança! – por doze anos lutava contra seu problema.
2- Ela era perseverante porque aquilo era importante para ela! Por isso ela tinha disposição de pagar o preço! E quando teve a disposição de tocar em Jesus ela arriscou a própria vida!
3- Ela não se conformava com a situação, ela teve fé, foi atrás do Senhor Jesus, crendo no milagre!
4- Ela quis resolver o seu problema na hora! Não deixou para depois! Não procrastinou!

Será que suas orações, seus jejuns, suas ofertas, tem tocado ao Senhor dos Milagres dessa forma?